Vinícius de Moraes, Biografia, frases e obras

Vinícius de Moraes

Um dos grandes poetas brasileiros Vinícius de Moraes nasceu na cidade maravilhosa, Rio de Janeiro no ano de 1913. Vinícius se formou em direito na própria cidade em que nasceu, em 1933. No mesmo ano em que se formou publicou o seu primeiro livro de poesia, O Caminho para a distância.

Depois começou a lançar outras obras fabulosas, em 1935 lançou Forma e Exegese, Ariana a Mulher em 1936 e Novos Poemas em 1938. No ano de 1938 o poeta foi passar uns tempos na Inglaterra para estudar a Língua e a Literatura Inglesa. Assim que retornou para o Brasil, ingressou na carreira diplomática, serviu nos Estados Unidos, no Uruguai e na França.

Anos depois, em 1956 começou uma parceria com Tom Jobim, que fez as músicas para a sua peça Orfeu da Conceição. No ano seguinte publicou o tão famoso O Livro de Sonetos. Em 1958 foi lançado o LP Canção do Amor Demais, que possui uma música composta por ele e Tom Jobim, que marcou a Bossa Nova.

Nas décadas seguintes Vinícius de Moraes fez diversas parcerias com Baden Powell, Carlos Lyra, Edu Lobo, Francis Hime, Pixinguinha, Tom Jobim e Toquinho. No ano de 1965 ganhou o primeiro e segundo lugar no Festival de Música Popular da Tv Excelsior.

O poeta pertence a segunda geração do Modernismo, ele é um dos poetas mais populares da literatura brasileira. Assim como suas poesias e poemas, suas canções também conquistaram um grande público, como a música Garota de Ipanema. A sua obra poética Soneto de Fidelidade fez muito sucesso e ainda faz.

Vinícius de Moraes Poeta

Frases de Vinícius de Moraes

“A gente não faz amigos, reconhece-os”.

“Amar, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido”.

“Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia”.

“A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida”.

“Se o amor é fantasia, eu me encontro ultimamente em pleno carnaval”.

“Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!”.

Obras

O Caminho para a Distância (1933)
Forma e Exegese (1935)
Ariana, a Mulher (1936)
Novos Poemas, 1938
Cinco Elegias (1943)
Poemas, Sonetos e Baladas (1946)
Pátria Minha (1949)
Orfeu da Conceição (1956)
Livro de Sonetos (1957)
Novos Poemas (II) (1959)
Orfeu da Conceição (1960)
Para Viver um Grande Amor (1962)
Pobre Menina Rica (1962)
Cordélia e o Peregrino (1965)
Para uma Menina com uma Flor (1966)
Orfeu da Conceição (1967)
O Mergulhador (1968)
Livro de Letras (1991)
Roteiro Lírico e Sentimental da Cidade do Rio de Janeiro e outros
Lugares por onde Passou e se Encantou o Poeta (1992)
As Coisas do Alto – Poemas de Formação (1993)
Jardim Noturno – Poemas Inéditos (1993)
Soneto de Fidelidade e outros Poemas (1996)
Procura-se uma Rosa
A Arca de Noé
O Cinema de Meus Olhos
Nossa Senhora de Paris
Rio de Janeiro antropologias
Antologia Poética (1944)
Antologia Poética (1960)

VN:F [1.9.22_1171]

Gostou do Artigo?

Classifique: 4.7/5 (39 votes votos)
Vinícius de Moraes, Biografia, frases e obras, 4.7 out of 5 based on 39 ratings
2 Comments
  1. vitoria

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *