Os Benefícios da Hidroterapia para as Gestantes

Hidroginástica para gestantes

A água é um bem vital, e é bem por isso que ela é tão importante em vários aspectos de nossa vida. Além de nos manter vivos e de sermos compostos cerca de 75% dela, ajuda a combater vários problemas físicos, psicológicos e sociais. Foi comprovado por médicos obstetras e outros especialistas, que a hidroginástica e a natação fornecem muitos benefícios para as gestantes, como o bom desenvolvimento do bebê, equilíbrio dos sistemas nervosos, disposição física da mãe e do bebê, melhoria da oxigenação, entre outros.

A hidroterapia é um programa eficiente e seguro. Garante-se a certeza de que a paciente irá para a maternidade com excepcionais condições físicas e neurológicas, sendo possível uma recuperação mais rápida, assim como voltar a boa forma. O programa é definido como uma sequência de atividades de fortalecimento, relaxamento, alongamento e exercícios aeróbicos feitos em piscina aquecida. Pelas propriedades naturais da água aquecida, que dá a sensação de relaxamento e sustentação do peso corporal, a Hidroterapia faz ter a prazerosa sensação de leveza, que se sente dentro d’água, justamente o que uma gestante precisa.

O mais popular dos exercícios praticados na água é a hidroginástica, que alivia muitos dos sintomas da gravidez e do parto, e ainda mantém a ligação maternal ainda mais intensa.

Os benefícios da hidroterapia para gestantes:

- Permite realizar os exercícios de fortalecimento muscular de importantes grupos musculares em uma mesma atividade;
- Ameniza as dores pela água aquecida;
- Alivia a sobrecarga das articulações causada pelo aumento de peso;
- Sem risco de quedas, treina o equilíbrio;
- Ajuda na drenagem do edema natural da gestante;
- Treina o sistema cardiovascular e as articulações sem sobrecarregar os mesmos;
- Oxigena o músculo global que promove o alívio do cansaço diário; entre outros.

- Contraindicações:

É encaminhada pelo médico, já que é uma avaliação individual e portanto, restrita.
Por exemplo: A literatura diz que quem já sofreu um aborto, não pode fazer os exercícios. Mas se a gestante estiver em boas condições e seu médico indicar, não há problema algum.

- O tratamento mais indicado para as gestantes:

O mais indicado é, com toda certeza, um grupo de gestantes, que tratará de certa forma, das mesmas necessidades deste grupo.

- Início das atividades:

A partir do 3º mês, já que é a fase em que o feto está firme no útero.

- Diferença nos exercícios de acordo com o mês de gestação:

No último trimestre, alguns exercícios são realizados em menor intensidade, porque a barriga já estará maior e pode ser incômodo e até prejudicial para a gestante.

VN:F [1.9.22_1171]

Gostou do Artigo?

Classifique: 0.0/5 (0 votes votos)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *