Como cuidar de uma Calopsita – Dicas

As Calopsitas são encantadoras, por serem flexíveis, de boa adaptação, e resistentes a doenças. Têm o custo acessível e uma manutenção econômica, e além de tudo, a Calopsita macho canta bem que só ela.

Para quem não tem condições de pagar por uma ave de grande porte, como uma Cacatua, Papagaio e Arara, a Calopsita é uma excelente escolha, além de ser bem mais silenciosa do que estas citadas.

Calopsita Fotos

Necessitam de uma gaiola espaçosa o suficiente para poderem abrir suas asas, e alta o bastante para que as suas penas alongadas e vistosas não se sujem ou pior, se quebrem.
No mais, elas são fáceis de se tornarem dóceis e de prático tratamento.

DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES E COMPORTAMENTO

Elas têm facilidade em aprender assoviar músicas curtas, e se conviverem com aves cantoras, aprendem a cantar maravilhosamente. As calopsitas se comportam de forma parecida aos pássaros da família dos papagaios, que são os pistacídeos. E como já falado, o ponto forte das calopsitas é que são menos barulhentas que estas outras espécies.

ADAPTAÇÃO E CONVÍVIO

Para conseguir a domesticidade desta ave, basta que seja ensinada (domesticada) desde jovem. Elas se dão muito bem com os cãezinhos, e seu tamanho é bastante adaptável. Possuem uma ótima personalidade, são contentes e companheiras adoráveis, sempre dispostas a ficar pertinho das pessoas das quais tem afeto.

DESENVOLVIMENTO E TEMPO DE VIDA

Hoje em dia existem papinhas que garantem a nutrição e o bom desenvolvimento de um filhote de Calopsita, o que facilita a criação de uma calopsita ainda bebê.
Elas vivem de 12 a 15 anos, aproximadamente; conforme o trato sadio seja realizado, como: evitar que se exponham ao sol forte, protegê-los do frio e chuva. Ele costuma medir cerca de 30 cm.

Calopsita

CRUZAMENTO E COMUNICAÇÃO

Seu cruzamento pode feito após os 5 ou 7 meses de vida. Apenas os machos possuem a habilidade de cantar, e isto pode ajudar no cruzamento das aves antes mesmo dos 5 meses de idade, já que é nesta idade que elas dão os primeiros acordes.
Se comunicam com o dono que, com o decorrer do tempo, entenderá cada som que ela emitir.

Calopsita Pirulito

Calopsita Pirulito

CORTE DAS ASAS E RISCOS

Para ser garantido que não irão se perder ou voar em ambientes grandes e abertos, recomenda-se cortar (aparar) as penas das asas. O aparo das penas deve ser feito por alguém que entenda a forma correta do procedimento.
A ocorrência de acidentes domiciliários é grande, dentre os maiores, estão: panelas ao fogo destampadas, vaso sanitário sem a tampa e ventiladores de teto.

Pirulito

Pirulito

É SEMPRE BOM DAR UMA APARADA

Ao sair com a ave na rua, lembre-se que são inúmeros os riscos: pode ocorrer o susto da parte do pássaro, e assim, sofrer atropelamento, ou voar até uma moradia que tenha animais como gatos e cães. Caso as asas não sejam aparadas, correm o risco de se perderem por não saberem mais voltar para a “casa”.

Calopsita Cuidados

ALIMENTAÇÃO

-A alimentação é bem simples, pois eles comem de tudo.
-Gostam de variados tipos de sementes, como ressalvas e girassol, que têm sido consideradas importantes para as espécies de aves, por conterem grande quantidade de gordura, substituindo outras alimentações.
-Amam verduras, frutas e vegetais, sendo restrito apenas o abacate, a alface, sementes de maçã e alimentos especialmente humanos (enlatados).
-Gostam de castanhas (estas devem ser sem sal), e também adoram milho verde cozido ou natural.
-É recomendado por criadores e veterinários, as novas e boas “rações peletizadas”, que podem substituir muito bem, grande parte de sua habitual alimentação.
-Rações especializadas têm sido cada vez mais utilizadas, pois facilitam o cotidiano do dono do pássaro, por serem mais práticos. São ainda mais necessários se for preciso viajar, eventualmente. Porque estes alimentos não estragam e são tão saudáveis quanto os alimentos naturais.

Embora o trato de uma calopsita seja fácil, não se esqueça que a atenção e o carinho é o que mais conta em ter um bichinho de estimação, então se quiser ter, o trate com amor para recompensar sua liberdade perdida!

Como cuidar da Calopsita

Como cuidar da Calopsita

VN:F [1.9.22_1171]

Gostou do Artigo?

Classifique: 4.7/5 (16 votes votos)
Como cuidar de uma Calopsita - Dicas, 4.7 out of 5 based on 16 ratings

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *